O que é disponibilidade de rede?

  • Share via AddThis

A disponibilidade de rede se refere ao status operacional de uma rede de computadores e sua capacidade de fazer conexões, processar o tráfego e responder às solicitações do usuário rapidamente.

O que é disponibilidade de rede?

A disponibilidade de rede, também conhecida como tempo de atividade da rede, é uma medida de quão bem uma rede de computadores — seja uma rede local (LAN) ou uma rede remota (WAN) — pode responder às demandas de conectividade e desempenho colocadas nela.

A disponibilidade de rede é uma consideração chave no planejamento de desastres, mas também tem impactos críticos na vida cotidiana e no trabalho. Para as organizações, o tempo de inatividade ou lentidão da rede equivale ao tempo de inatividade dos negócios, a um custo considerável para as organizações devido à ineficiência, vendas perdidas, falta de dados fundamentais para decisões e outros efeitos prejudiciais. Para os indivíduos, a disponibilidade de rede garante a capacidade de se comunicar e interagir com outras pessoas, seja por meio de um texto de rede celular para um amigo, uma compra on-line ou streaming de entretenimento ou uma chamada para serviços de emergência.

A disponibilidade de rede é calculada ao dividir o tempo de atividade pelo tempo total em qualquer período. A meta é 100% de disponibilidade, embora outra meta comumente referenciada seja conhecida como “cinco noves” ou disponibilidade de 99,999%. Isso é o equivalente a apenas alguns minutos de inatividade em um ano. Diversas medidas, incluindo otimização ou aceleração de WAN, podem ser realizadas para atingir esses objetivos.

Por que a disponibilidade de rede é importante?

A disponibilidade de rede é um pré-requisito fundamental para o acesso aos dados e aplicações. Pode ser uma preocupação importante para empresas que administram vários data centers, uma vez que os usuários precisam ser capazes de acessar servidores de aplicações e dados em qualquer lugar com as melhores conexões e o desempenho mais rápido possível.

Quantas vezes você esperou pelo atendimento de um balconista ou provedor que teve problemas porque o computador estava “lento”? Sem uma rede altamente disponível, os usuários não podem acessar os dados e aplicações que precisam — ou não podem fazê-lo com rapidez suficiente. No extremo, pode resultar em uma negação de serviço, levando a funcionários frustrados, clientes insatisfeitos e perda de negócios e boa vontade.

Como funciona a disponibilidade de rede?

Alguns dos muitos fatores que podem afetar a disponibilidade de rede incluem fonte de alimentação ou interrupção física (como pode ser causada por desastres naturais), capacidade de componentes e limites de conexão, falhas de componentes e ataques maliciosos. Além disso, quando uma rede conecta usuários com dados espalhados por grandes distâncias geográficas, a latência torna-se um fator significativo no desempenho da rede.

Existem tantas soluções quantas são as causas de interrupção. Por exemplo, como a meta é 100% de disponibilidade, muitas organizações incorporam sistemas de redundância e failover em suas redes para garantir que, se um componente ficar fora de serviço, um backup assumirá o controle. Os balanceadores de carga ajudam a garantir que as solicitações sejam distribuídas aos recursos mais capazes de responder rapidamente e ajudam a evitar que qualquer componente individual seja sobrecarregado. E a capacidade de aumentar ou diminuir as operações de maneira fácil e eficiente para atender aos picos de demanda — incluindo a capacidade e as mitigações de segurança para resistir a ataques de negação de serviço (DoS), como inundações de SYN, inundações de UDP, inundações ACK e PUSH, e ataques teardrop — é frequentemente abordada por meio de serviços em nuvem, bem como por meio de soluções de segurança especificamente desenvolvidas para proteger a disponibilidade de rede.

Como a F5 garante a disponibilidade de rede?

BIG-IP DNS da F5 otimiza a disponibilidade de rede para usuários e aplicações monitorando o status dos componentes da rede e roteando os usuários para o ambiente físico, virtual ou em nuvem mais próximo ou de melhor desempenho. Quando configurado como um dispositivo proxy completo, intercepta todas as consultas DNS e hiperescalas em resposta a ataques de negação de serviço distribuído (DDoS), mitigando o ataque e protegendo a infraestrutura de rede por trás dele. Seja implantado como hardware, edições virtuais ou um serviço de nuvem, o BIG-IP DNS oferece disponibilidade “sempre ativa”.

 

Conteúdo relacionado